fbpx

Estima-se que a cada ano 36.000 cães e gatos são entregues a um centro de adoção ou abrigo de animais em Portugal, embora se acredite que o número de animais abandonados seja superior a 50.000. A adoção é uma das principais ferramentas para o combate deste problema e, felizmente, uma ação cada vez mais frequente no nosso país. Na Lenda temos plena consciência dessa luta, e sabemos que a decisão de acolher um animal deve ser tomada com todos os cuidados possíveis, por isso revelamos 6 coisas que deve saber antes de adotar um animal de estimação.

Uma ação que beneficia todos

Além de ser um gesto que combate o abandono de animais e ameniza a carga de trabalho dos centros de adoção e abrigos, a adoção de um animal de estimação trará múltiplos benefícios para a sua casa. Este novo membro da família ira encher de alegria o seu novo lar e vai ajudar os seus filhos que convivem com ele a aprender valores importantes como a perseverança ou a responsabilidade, além de melhorar a sua autoestima.

 

Escolha um momento adequado

Embora o ato de adotar um animal de estimação tenha muitas coisas positivas, devemos refletir com calma antes de dar este passo. Esta decisão não pode ser impulsiva, devemos ter em mente que a adaptação de um novo animal de estimação pode levar tempo, e vai exigir horas de dedicação para educá-los de acordo com os nossos valores e organizar o seu plano de vacinação, visitas ao veterinário, rotinas de higiene …

 

Conheça bem a sua personalidade

Um dos benefícios de resgatar o seu animal de estimação num centro de adoção é que os cuidadores geralmente conhecem muito bem a personalidade de todos os animais que ali se encontram, eles irão ajuda-lo a perceber qual a personalidade se adequa mais ao seu estilo de vida. É sempre aconselhável visitar o centro com frequência antes que o seu novo parceiro se mude para a sua casa, para que ele possa ganhar confiança antes que a adoção ocorra.

 

Não deve subjugá-lo

É normal que o seu novo animal de estimação chore ou se sinta desconfortável na sua nova casa nas primeiras noites. Isso faz parte do seu processo de adaptação e não deve incomodá-lo, mesmo que o faça com a melhor das intenções. A paciência será a sua melhor aliada para ele se acostumar a morar consigo.

 

A idade não importa

Muitas pessoas têm dúvidas se um cão ou gato é muito velho ou jovem para ser adotado, mas na realidade, a menos que seja um filhote muito pequeno, a idade não importa. Animais de estimação adultos ou mesmo idosos podem ser companheiros ideais para serem adotados, já que são mais maduros e, portanto, além de serem mais calmos, não será necessário gastar tanto tempo a educar-lhos. Por sua vez, os cães mais novos são muito mais brincalhões, mas requerem muito mais atenção.

 

A perda de apetite é comum

A adoção é uma mudança muito grande para os animais, então é totalmente normal que eles se sintam um pouco deprimidos nos primeiros dias. A falta de apetite durante este período de adaptação é muito comum e devemos tentar remediá-la pacientemente. As fórmulas de ração húmida da Lenda para cães e gatos, além de muito agradáveis, ajudam a abrir o apetite e melhorar o seu estado de hidratação. Se quisermos animá-los e incentivá-los a aprender novas rotinas, os snacks da Lenda serão um sucesso garantido.

 

Se tiver dúvidas sobre se deve adotar um cão ou um gato, na Lenda recomendamos que se informe bem com os responsáveis ​​dos centros de adoção e pondere muito antes de tomar esta decisão que lhe vai encher de vida a sua casa.

¿Necesitas ayuda?